1 Trespasse

  • Snack-Bar situada na 1ª linha de Mar em Quarteira

    Usado

    € 149 000
    Snack-Bar com terraço situado na 1ª linha de Mar em Quarteira em pleno funcionamento para trespasse. Este Snack-Bar com 220 m2 de área é composto por um terraço com capacidade para 32 lugares sentados, ao entrar no interior do estabelecimento encontrará uma ampla e luminosa sala com capacidade para 20 lugares sentados, um bar e uma cozinha totalme ...
    • 220m2
    • 3
    • Ref. JF-098
Equipa

Equipa

Vítima do seu sucesso e devido ao rápido crescimento em volume de transações, a empresa VILLAMARKET sentiu a necessidade de criar rapidamente a equipa que se compõe dos elementos seguintes: - Para o departamento jurídico contratamos a Dra. Diana Patrícia Oliveira Marques licenciada em solicitadoria e sendo sem dúvidas uma grande mais valia para a VILLAMARKET, pois além da sua permanência diária na nossa loja de ALBUFEIRA a Dra. Diana apoia a VILLAMARKET em toda a parte jurídica e obviamente acompanha os nossos clientes para : a elaboração e assinatura de CPCV, acompanhamento jurídico, reconhecimento de assinaturas, traduções oficiais, obtenção de Alojamento Local, criação de empresas e alterações dos estatutos, procurações diversas, obtenção do estatuto de Residente Não Habitual, legalização de automóveis, obtenção de NIF e muito mais... para mais informações não hesite em contactar-nos ou através do e-mail seguinte dianaomarques@hotmail.com  - Na equipa comercial e representando o concelho de ALBUFEIRA contratamos a especialista em clientes francófonos Sandrine Wilhelm que tem uma vasta experiência na área imobiliária além de ser sócia gerente da empresa de conciergerie CALYFERIAS. Poderá contar com o apoio da Sandrine que "encontrará a sua VILLA de sonho à preço MARKET". Caso procure adquirir um imóvel que seja para rendimento ou não? Caso pretenda rentabilizar o seu imóvel ou se está a proura de um imóvel para as suas férias ?  Não hesite em consultar a Sandrine através dos links seguintes : https://www.villamarket.pt/propriedades-para-arrendar/0/2/1/0/-1/0/0/2d31/-1/0/0 ou através do site www.calyferias.com. - Para o departamento de responsabilidade social contratamos a Dra. Daniela Sousa que tem por sua responsabilidade a gestão da qualidade da VILLAMARKET, o marketing, a comunicação, a gestão dos eventos e a representação junto das ações e entidades sociais além do apoio administrativo.  
Detalhes
Serviços e Parceiros

Serviços e Parceiros

Tendo em conta o crescente aumento das nossas transações imobiliárias nesses últimos anos e pelo facto de grande parte dos nossos clientes serem francófonos e não residirem no ALGARVE, a VILLAMARKET sentiu-se na obrigação em propor um leque de serviços aos nossos clientes além da mediação imobiliária através dos nossos parceiros de negócios : - Para os serviços de solicitadoria e as atividades jurídicas poderão contar com a Dra. Diana Patrícia Oliveira Marques em permanência na nossa loja da Marina de Albufeira. - Para os serviços de conciergerie, alugueres para férias, para a gestão e rentabilização de propriedades poderá contar com a empresa CALYFERIAS www.calyferias.com - Com o objetivo de valorizar e manter o património dos seus clientes a VILLAMARKET dispõe do serviço de mediação de obras através do nosso parceiro a empresa BRANQUIMENSO que ajudará os nossos clientes a encontrarem os melhores empreiteiros ao melhor preço. Além dos serviços de remodelações e construção a BRANQUIMENSO também faz serviço de limpezas e tem uma lavandaria aberta ao público na Avenida dos Descobrimentos em ALBUFEIRA. - Para os serviços de arquitetura e engenharia poderá contar com a nossa parceira a Arquitecta Sofia Nobre Costa sendo uma grande mais valia para a concretização dos projetos dos nossos clientes além de ela falar francês. - Para os serviços de foto reportagens e vídeos contamos com a nossa parceira Raquel Moura como sendo um fotógrafa professional especializada no imobiliária e com excelentes equipamentos como drones e máquinas fotográficas com grandes qualidades. Porque a mediação imobiliária é um negócio de pessoas baseado na confiança, a VILLAMARKET conta com todos os seus parceiros para que continuem o nosso trabalho prestando o mesmo serviço de excelência aos nossos clientes. Os nossos parceiros são aos nossos olhos e o nosso serviço pós venda: - A VILLAMARKET é parceira das entidades bancárias e financeiras seguintes: a CAIXA GERAL DE DEPOSIT
Detalhes
O Mercado de Loulé

O Mercado de Loulé

O Mercado Municipal de Loulé foi inaugurado no dia 27 de Junho de 1908, altura em que a Câmara Municipal era presidida por José da Costa Mealha. O edifício foi construído segundo projecto do Arquitecto Alfredo Costa Campos, de Lisboa, embora o mesmo projecto tenha conhecido algumas alterações desde o documento inicial de 1903 que por sua vez já tinha por base um outro projecto de 1898 cujo o autor se desconhece. A ideia de construir um mercado para o peixe, frutas e hortaliças era já antiga e consensual, no entanto, a sua localização e o número de mercados a construir não reunia o consenso dos Louletanos. A rivalidade era sentida sobretudo entre a Freguesia de São Sebastião e a Freguesia de São Clemente. Segundo os jornais da época existiam diversas propostas quanto à localização do Mercado. Em 1891, a Câmara Municipal encomendou ao Construtor de Obras Públicas de Faro um projecto para o mercado de venda de peixe. Esse mercado seria construído junto ao Largo de Chafariz (actual Largo D. Afonso III) e consistia numa planta rectangular com 33 metros de comprimento e 19,5 metros de largura, tinha 60 bancas com um metro quadrado cada e nove compartimentos para arrecadações. Este projecto não foi concretizado mas reflecte a preocupação da Câmara relativamente à venda do peixe por ser a mesma que arrancava mais críticas aos Louletanos. Após uma longa discussão, a Câmara decide então, em finais do século XIX, construir o Mercado ao lado do edifício dos Paços do Concelho e iniciam-se então as expropriações e respectivas demolições no início do século XX. Em termos arquitectónicos, o mercado adoptou o estilo revivalista de inspiração árabe com quatro pavilhões e quatro portões de acesso. Porém, a Câmara não tinha grandes disponibilidades financeiras naquele momento e a verba disponível era insuficiente para a execução da totalidade do projecto. Nesse sentido, foi pedido ao arquitecto que fizesse algumas alterações no projecto, as quais foram apresentad
Detalhes